jusbrasil.com.br
9 de Dezembro de 2021

Homem inocente é preso, abusado sexualmente por 60 detentos e contrai HIV

Ele foi abusado sexualmente e contraiu o vírus HIV no presídio

Dica De Ouro, Advogado
Publicado por Dica De Ouro
há 2 anos

Heberson foi preso injustamente por três anos (entre 2003 e 2006) e foi solto sem nunca ter sido julgado da acusação de ter estuprado uma menina de nove anos. Nos anos em que esteve no sistema carcerário de Manaus, Heberson ficou em cela destinada a presos que teriam cometido crimes sexuais. Ele foi abusado sexualmente e contraiu o vírus HIV.


Os filhos de Heberson chegaram a pedir indenização, mas o governo do Amazonas entrou em recurso, negado pelo STF. A ação movida pela Defensoria Pública em 2011 pede uma indenização de cerca de R$ 170 mil, com base no tempo em que Heberson ficou preso e nos danos sofrido. O governo do Amazonas ainda pode recorrer ao STF.

Heberson só conseguiu ter uma nova chance após visita de uma defensora pública em 2006. Durante a conversa, ele afirmou que não cometeu o crime e ela acreditou em sua versão.

Durante investigação, foi descoberto que o pai da menina abusada teria apontado Heberson como responsável pelo crime por causa de um desentendimento. A Polícia Civil pediu a prisão dele unicamente com base na indicação do pai da menina.

No entanto, investigações apontaram que outro homem teria cometido o crime. O novo suspeito apontado pela Polícia Civil tinha características diferentes das de Heberson.

Após isso, um relatório foi encaminhado à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) e à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República pedindo atenção ao caso.

Fonte: R7.com

Mais Itens:

📍 DEFESA CRIMINAL E JÚRI - Teoria e prática - Combo de 3 Livros (A Acusação é Defesa/ Júri – Os Efeitos e Mistérios/ Técnicas de Defesa do Júri)

📍 Como Realizar da Melhor Forma sua Correção do FGTS - Completo e Atualizado

📍 O Cronograma Que Mais Aprova nos Exames de Ordem da OAB

2 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Indenização de 170 mil? Brincadeira de mau gosto. Nem 170 milhões pagaria essa sequela. No mínimo, a indenização deveria ser de 1 milhão. continuar lendo

Olha, está cheio casos deste tipo nas cadeias públicas. Imagine vc levando sua vida cotidiana, derrepente em um piscar de olhos as cortinas da liberdade se fecham como um verdadeiro sepulcro. Pronto está tudo encerrado, agora vc está preso, incomunicável, veja o tamanho do pesadelo que começará na vida de uma pessoa, por causa do ódio, assim é a realidade de muitos que estão presos. Neste caso, veja a situação de violação da integridade física, sendo estuprado por várias pessoas e, por vários dias, sendo inocente, sem poder gritar para que alguém possa socorrer, outra vez, o ódio de uma vingança fria e calculista, por certo, Deus ouviu a voz de desespero deste cidadão. Deveria reverter a pena e colocar a pessoa que acusou injustamente, porque, com certeza esta pessoa sabia que estava jogando um inocente no meio das feras. Deveria ele pagar os tais 170 mil e depois punir o sistema público para que faça um trabalho correto é não esta cagada. Acorda Brasil. continuar lendo